#Look: Meu primeiro Antix


Já fazia um tempo que eu vinha namorando a Antix pelo Instagram, com seus posts fofinhos de pelúcias e pets, repletos de tons cor-de-rosa, que meu lado menininha adora. A delicadeza é tanta que não tinha certeza se funcionaria bem para mim, afinal, meu outro é basicamente um molequinho, rs. Também não tenho o padrão "modelo", alta e magra e branca, que é a imagem que a marca acaba vendendo. Mas, deixando a auto-crítica de lado, me identifico com outras conexões que o vestuário traz: literatura, cinema, viagens, vida de blogueira, enfim, me dei uma chance, resolvi experimentar algumas peças e apostei num modelo da nova coleção de verão 2019: Videolocadora.

Já estouramos a pipoca e nos aconchegamos no sofá. Agora só falta apertar o play para dar início a horas a fio de aventura, comédia, ficção e muito romance. Mais do que expectadoras, seremos protagonistas dessa história cheia de beleza e frescor, escrevendo juntas o roteiro de Videolocadora: o verão 2019 da Antix.

Em um contexto onde a moda feminina tendia a tornar-se commoditie e parecia que o mercado brasileiro já não conseguiria uma renovação, surgiu a Antix. Criada em meados de 2006 na cidade de São Paulo, a marca tem como propósito despertar sensações positivas por meio da conexão emocional e desejo que oferece com seus produtos. 
O design autêntico e cuidadosamente elaborado traz estampas exclusivas que contam histórias e tornam os produtos únicos e especiais. As coleções se inspiram em um ambiente cosmopolita de cidades como São Paulo, Londres, Tóquio, Nova Yorque e Paris. 
A Antix alia o romantismo ao vintage para proporcionar a atmosfera ideal à consumidora exigente, de alma jovem e feminina. A mulher Antix quer mais do que apenas “estar na moda”, ela busca uma experiência completa com a marca com a qual se relacionará e que esta experiência reflita exatamente seu estilo de vida.

Videolocadora é uma coleção nostálgica com muitas cores, elegância e romantismo, lançada no evento único produzido pela equipe, "Cinetix", que sorteou um número de clientes para assistir uma série de filmes e, claro, comer pipoca.

Ah, eu sou do tempo que alugávamos VHS aos finais de semana e reunia os amigos em casa para assistir filmes. Eu adorava passear entre os corredores das locadoras. Na cidade onde vivi a melhor parte da minha infância, Extrema-MG, até hoje ainda não tem um cinema, e, quando criança, o jeito era mesmo esperar sair para locação. Haja ansiedade! Já aqui em São Paulo, a locadora ficava no caminho da escola e, na frente, uma simpática senhora vendia churros. Eu comia quase todos os dias!


A peça que eu escolhi é um vestido midi "Depois da Meia Noite", com decote V transpassado, alças finas com regulagem, amarração e zíper invisível nas costas. Todo estampado, acompanha também um cinto.


Comentários

+ Lidas